Forno Noborigami do ateliê Erli Fantini, foto da ceramista.
Forno Noborigami do ateliê Erli Fantini, foto da ceramista.

Aconteceu no dia 14/11/09 a abertura do forno noborigama no ateliê Erli Fantini, em Piedade do Paraopeba, MG.

Como sempre tem sido, a queima foi um evento de muito trabalho, mas também de muita diversão com a chegada constante de amigos e fãs da cerâmica. Foi a 20ª queima desse forno desde sua inauguração em 2003. O forno é do tipo noborigama com modificações para queima bizen com três câmaras. A lenha utilizada é  eucalipto de reflorestamento. A queima teve ótimos resultados, chegando a 1300°c com cerca de 500 peças em tamanhos variados. O processo começou no dia 4/11/09 e terminou no dia 7/11/09, perfazendo 3 dias e noites no total.

A abertura do forno é um evento à parte, pois é quando se revela o que ficou em suspense por tantos dias. Cada câmara que se abre é uma surpresa, que nesse caso foi muito positiva, com resultados inesperados, típicos da queima bizen.

Esse forno foi idealizado por Erli Fantini, Iuri Chacham e Roberto Lott, sendo o projeto executado pelo arquiteto e ceramista Roberto Lott. A construção foi feita por pessoas especializadas na construção de fornos industriais com tijolos refratários e foi concluída em 2002.

Publicado porSimone Chacham

6 comentários em “Abertura de forno de Erli Fantini

  1. Parabéns aos webdesigners Simone e Dalton, o site ficou bonito e agradável.
    Quem foi na queima viu que obter uma simples mancha estável de fogo em um pote requer um esforço enorme. Mas é compensador para o ceramista que busca o registro do fogo, o traço deixado pelo acaso e em muitas vezes expressivo como o gesto manual.
    Vale conferir o resultado na feira. Possivelmente um ceramista desprendido colocará a venda uma preciosidade!

  2. Simone Chacham
    Gostei muito do novo visual e das fotos; muito obrigada e espero sucesso para todos nesta nossa pagina.

  3. Caríssimos, venho aqui parabenizá-los pela atitude de montarem mais um forno Noborigama no Brasil. Sou pesquisador do do núcleo de ceramistas de Cunha e me interessa saber quantos fornos deste tipo existem atualmente no país. Além dos fornos de Cunha e da Shoko em São PAulo, você sabem da existência de algum outro?

    grato!

    1. Oi Kleber,
      a ceramista Erli Fantini me informou que o ceramista e pesquisador Alberto Cidraes calcula em torno de 20 os fornos do tipo noborigama no Brasil em atividade. Há mesmo uma comunidade apenas sobre isso, veja em http://noborigama.ning.com/, é muito interessante. Obrigada pelo contato, volte sempre ao nosso blog!

Comments are closed.