A partir de hoje gostaria de compartilhar algumas informações, dicas e curiosidades daqui da China. Para muitos pode ser algo já conhecido, mas acredito que para a grande maioria serão novidades que podem ajudar de alguma forma o processo de criação, confecção, esmaltação e queima cerâmica.

Bem, estou na cidade de Jingdezhen desde o inicio de Abril de 2011, sou responsável pelos ateliês do Instituto Sanbao. O Atelier para Residentes é um prédio de três andares, onde temos três fornos a gás no primeiro, atelier de modelagem em torno no segundo andar com oito tornos Shinpo e bancadas de trabalho e no terceiro andar, espaço destinado à modelagem manual e pintura decorativa. Alem de auxiliar nas técnicas tradicionais orientais eu acabo trocando muita informação com ceramistas de diversos países, discutindo técnicas e possibilidades variadas.

No mês de junho acabei fazendo parceria com o Instituto e criamos o “Old Sanbao Kiln Ltd”, um Atelier anexo ao Sanbao Ceramic Art Institute que tem como missão desenvolver peças utilitárias e decorativas contemporâneas usando técnicas e materiais tradicionais. Aproveito o espaço anexo para desenvolver pesquisas variadas com esmaltes e pastas cerâmicas.
Daí surgiu a idéia de divulgar algumas informações com os colegas brasileiros.

A “Dica” da semana na verdade é uma coisa que me chamou a atenção na linha de produção de uma fabrica de garrafas de porcelana para “cachaça” chinesa. Percebi que copos e tampas das garrafas, eram colocados nas prateleiras dos fornos sobre um suporte negro em forma de disco. Não entendi o que era aquilo, mas estava na cara que era algo refratário… Mas o que? Normalmente por aqui usamos somente a alumina para proteger as prateleiras e evitar que esmaltes muito fluidos danifiquem as mesmas. Mas aquilo definitivamente não era alumina! Em conversa com o diretor da empresa este me informou como quem passa um “Segredo de Estado” que aquilo era casca de arroz. Fiquei mais curioso ainda e fui ver como era feito. O processo descrevo abaixo:

1- A casca de arroz é calcinada a 900º C em containeres de cerâmica – podemos fazer em forno de raku ou ate mesmo durante uma queima de biscoito.
2- Depois de calcinada a casca é colocada em uma placa de madeira. Espalhada em uma camada de aproximadamente 1Cm de espessura. Este material após queimado se assemelha a um pó de carvão moído.
3- Fazer uma bola de argila e colocá-la sobre este material. Com o uso de um macete ou martelo de madeira bater esta bola de argila, fazendo um disco. Virar este disco e bater novamente. Assim o pó de casca de arroz queimado penetra na argila e transforma em plaquinhas refratarias que podem ser usadas em fundo de peças variadas evitando que o uso de esmaltes fluidos danifiquem sua placa.

Quem usa esmaltes de cinza já sabe o quanto a cinza de palha de arroz é refrataria, possui grande porcentagem de sílica e alumina em as composição química

Abaixo a analise química da cinza de casca de arroz

0.26Na2O

0.9 K2O

0.22MgO

0.48 CaO

1 Al2O3

96 SiO2

0.02P2O5

0.16TiO2

0.04Fe2O3

0.19MnO

0.96LOI

De volta ao Atelier fui testar o material, fazendo queima em fornos elétricos, gás e madeira. E uma coisa interessante é para quem faz queima em fornos a lenha de alta temperatura do tipo Anagama ou Noborigama, pois este material pode ser usado para isolar e apoiar as peças durante a queima. Vale a pena testar. Em queima nos fornos tipo Soda Kiln ou Soda Ash Fire atua como substituo para os suportes feitos com conchas.

Atualmente estou testando este material como protetor de placas refratarias em substituição daquela camada de caulim e alumina que normalmente fazemos em nosso atelier no Brasil.

Quem quiser saber mais sobre o uso deste material ou tiver alguma sugestão de “Dicas e Curiosidades” deixe o comentário aqui no blog.

Abraços e até breve!

Sebastião Pimenta

Publicado em etc
Publicado porSimone Chacham

5 comentários em “Dicas da China: Pimenta nos conta sobre suporte refratário

  1. Obrigada Pimenta!!! Muita generosidade compartilhar suas experiências e dicas com a gente! Grande abraço

  2. Oi meu amigão Pimenta, quantas saudades!!
    Vejo que voce não para..né amigo???
    voce é mesmo sensacional para buscar conhecimento e compartilhar .
    Todo sucesso do mundo pra voce…sinceramente.
    beijo amigo…saudades!
    manda noticias.
    tania

Comments are closed.